• SKAGBOYS (USADO)

    Skagboys encerra a trilogia iniciada por Trainspotting, que rendeu a Irvine Welsh uma posição de destaque na literatura britânica contemporânea, e completada por Pornô, ambos publicados pela Rocco. Escrito quase duas décadas após Trainspotting, o livro situa-se cronologicamente como o primeiro da trilogia, mostrando o início do contato de Mark Renton, Sick Boy e sua turma de amigos com o mundo das drogas pesadas e a influência do contexto social escocês da década de 1970 sobre os personagens. Com tradução de Daniel Pellizzari e Daniel Galera, Skagboys é a melhor porta de entrada para a trilogia que, ao mostrar o pior viés possível do clichê “sexo, drogas e rock’n’roll”, revela como a farra e a diversão também podem ser uma forma de desespero.

  • HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE (USADO)

    Harry Potter está prestes a fazer 17 anos, mas, ao contrário das outras vezes, não irá para Hogwarts após seu aniversário. Agora, escoltado por uma verdadeira brigada de bruxos, ele precisa fugir, antes que Voldemort o encontre. Esse ingresso brusco na vida adulta marca o início da aventura do jovem bruxo no último livro da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, que chegou às livrarias do país ao primeiro minuto do dia 10 de novembro de 2007, com tiragem inicial de 400 mil exemplares, pela Editora Rocco.A edição em inglês de Harry Potter e as Relíquias da Morte saiu no dia 21 de julho, provocando uma corrida dos fãs às livrarias. Só nos EUA, foram vendidos 8,3 milhões de exemplares do livro nas primeiras 24 horas, batendo recorde de vendas e superando o antecessor, Harry Potter e o enigma do Príncipe, que vendeu 6,9 milhões de exemplares no mesmo período. Ao total, os seis primeiros volumes da série venderam 325 milhões de exemplares, em 64 línguas, em todo o mundo, 2,5 milhões apenas no Brasil.Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, o encontro inevitável com Lord Voldemort não pode mais ser adiado. Harry, no entanto, precisa ganhar tempo para encontrar as Horcruxes que ainda estão faltando. E, pelo caminho, descobrir o que são afinal as Relíquias da Morte e como ele pode usá-las contra o Lorde das Trevas. Seguindo as poucas pistas deixadas por Dumbledore, Harry conta apenas com a ajuda dos leais amigos Rony e Hermione.Juntos, eles percorrem lugares nunca visitados, descobrem histórias nebulosas sobre pessoas queridas e acabam por desvendar mistérios que os incomodavam há muito tempo. Enquanto Harry, Rony e Hermione vagam por diferentes lugares em busca de pistas, J. K. Rowling vai revelando aspectos até então desconhecidos sobre os principais personagens.Em sua última e derradeira aventura, Harry não é exposto apenas a batalhas. Ele precisa superar traições, surpresas e, mais do que nunca, aprender a lidar com os próprios sentimentos. Como em todos os livros da série, o amor e a amizade são elementos-chave para a trama. Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, J. K. Rowling leva o leitor por uma trilha de suspense, com sustos ininterruptos até a última página, quando entrega, por completo, toda a verdade e conclui os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.

  • HARRY POTTER E O PRISIONEIRO DE AZKABAN (USADO)

    As aulas estão de volta a Hogwarts e Harry Potter não vê a hora de embarcar no Expresso a vapor que o levará de volta à escola de bruxaria. Lá ele reencontra Rony e Hermione, seus melhores amigos em Hogwarts e, para sua surpresa, é procurado pelo próprio Ministro da Magia. Sem que Harry saiba, o ministro está preocupado com o garoto, pois fugiu da prisão de Azkaban o perigoso bruxo Sirius Black. Para piorar a situação, os terríveis guardas de Azkaban, conhecidos por dementadores, estão de guarda nos portões da escola, caso Sirius Black tente algo contra Harry. Por fim, Harry tem de enfrentar seu inimigo para salvar Rony e obrigado a escolher entre matar ou não aquele que traiu seus pais.

  • HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL (USADO)

    Quando a escritora escocesa J.K. Rowlling criou o personagem Harry Potter, não poderia nem sequer imaginar a dimensão que sua obra ganharia. As vendas em mais de 200 países já superaram a marca de 33 milhões de cópias, levando-se em conta que até o momento só foram lançados apenas três dos sete volumes em que se divide a saga do menino mágico Harry Potter. Segundo a própria autora, o livro deveria ser uma obra para leitura infanto-juvenil, mas alguma coisa aconteceu e a história acabou estourando entre as mais variadas faixas etárias. Apenas para se ter uma idéia da proporção que Harry Potter ganhou nas livrarias de todo o mundo, seus três primeiros volumes (HP e a pedra filosofal, HP e a Câmara Secreta e HP e o Prisioneiro de Azkaban) ocuparam respectivamente os três primeiros lugares da lista de best-sellers do jornal The New York Times. O primeiro livro da série conta como o garoto Harry Potter foi adotado pelos tios após a misteriosa morte de seus pais. Confinado a um armário localizado em baixo das escadas, Harry leva uma vida de privações enquanto seu primo, gordo e chato, ganha os presentes mais caros que pode. Porém a história começa mudar de rumo quando Harry completa 12 anos e se inicia no maravilhoso mundo das feitiçarias, descobrindo assim todo o seu passado e seu poder. Harry Potter transforma-se no símbolo do poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais que habitam o mundo paralelo. Curioso: na linguagem dos habitantes desse mundo paralelo os seres humanos são denominados ´os trouxas´. É o misticismo, mais uma vez, se engalfinhando com a realidade e emitindo seus conceitos. Trouxas são aqueles que nascem, vivem e morrem obedecendo a leis preconcebidas por uma sociedade normativa e extremamente chata. Trouxa é quem não tenta ser feliz.

  • OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES (USADO)

    Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium – da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vários fronts. Um deles é a forma original com que Larsson engendra a trama, fazendo-a percorrer variados aspectos da vida contemporânea, da ciranda financeira feita de corrupção à invasão de privacidade, da violência sexual contra as mulheres aos movimentos neofascistas e ao abuso de poder de uma maneira geral. Outro é a criação de personagens extremamente bem construídos e originais, como a jovem e genial hacker Lisbeth Salander, magérrima, com o corpo repleto de piercings e tatuagens e comportamento que beira a delinqüência. O terceiro é a maestria em conduzir a narrativa, repleta de suspense da primeira à última página. Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas – passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada – o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou. Quase quarenta anos depois, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger, e que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados – de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois…. até um momento presente, desconfortavelmente presente. “Os homens que não amavam as mulheres é uma fascinante e assustadora aventura vivida por um veterano jornalista e uma jovem e genial hacker cujo comportamento social beira o autismo. A riqueza dos personagens, a narrativa ágil e inteligente e os surpreendentes desdobramentos da história formam um conjunto magnífico e revelam Stieg Larsson como um grande mestre da literatura de suspense.” – Luiz Alfredo Garcia-Roza “O problema com Larsson é que, se a gente se aventura e entra na história, está perdido: não tem mais como largar o livro. Talvez seja porque os protagonistas são animados por uma paixão que é muito parecida com a que motiva a curiosidade (grande ou pequena) de todos nós: os dois, o jornalista bem-sucedido e a adorável jovem hacker (punk de corpo e espírito), são indivíduos sem família (ou quase), decididos a desvendar, justamente, um segredo de família.” – Contardo Calligaris “O alvoroço em torno do romance é plenamente justificado. Seu desempenho é excelente em todos os quesitos – personagem, história, atmosfera.” – The Times “O jornalista e a hacker são criações geniais. Um romance surpreendente, cheio de paixão e sutil perspicácia ao retratar mentes corruptas e degeneradas.” – The Observer “Ao contrário de muitos outros thrillers, por mais vigorosos que sejam, o de Stieg Larsson é inesquecível.” – Le Monde “Recomendo ao leitor se fechar durante um fim de semana munido de litros de café e alguns suprimentos, para se deliciar com a trilogia Millennium.” – Rolling Stone

  • A HORA DA ESTRELA

    Último livro escrito por Clarice Lispector, A hora da estrela é também uma despedida. Lançada pouco antes de sua morte em 1977, a obra conta os momentos de criação do escritor Rodrigo S. M. (a própria Clarice) narrando a história de Macabéa, uma alagoana órfã, virgem e solitária, criada por uma tia tirana, que a leva para o Rio de Janeiro, onde trabalha como datilógrafa. Em A hora da estrela Clarice escreve sabendo que a morte está próxima e põe um pouco de si nas personagens Rodrigo e Macabéa. Ele, um escritor à espera da morte; ela, uma solitária que gosta de ouvir a Rádio Relógio e que passou a infância no Nordeste, como Clarice. A despedida de Clarice é uma obra instigante e inovadora. Como diz o personagem Rodrigo, “estou escrevendo na hora mesma em que sou lido”. É Clarice contando uma história e, ao mesmo tempo, revelando ao leitor seu processo de criação e sua angústia diante da vida e da morte. Macabéa, a nordestina, cumpre seu destino sem reclamar. Feia, magra, sem entender muito bem o que se passa à sua volta, é maltratada pelo namorado Olímpico e pela colega Glória. Os dois são o seu oposto: o metalúrgico Olímpico sonha alto e quer ser deputado, e Glória, carioca da gema e gorda, tem família e hora certa para comer. Os dois acabam juntos, enquanto Macabéa, sozinha, continua a viver sem saber por que está vivendo, sem pensar no futuro nem sonhar com uma vida melhor. Até que um dia, seguindo uma recomendação de Glória, procura a cartomante Carlota, uma ex-prostituta do Mangue, que revela a Macabéa toda a inutilidade de sua vida. Mas também enche-a de esperança, prevendo a paixão por um estrangeiro rico, com quem ela iria se casar.

  • THE HEROES OF OLYMPUS – THE MARK OF ATHENA

    The Mark of Athena is the explosive third part in Rick Riordan’s number one series – Heroes of Olympus.

    ONE FATAL PROPHECY
    SEVEN BRAVE DEMIGODS
    A QUEST TO FIND – AND CLOSE – THE DOORS OF DEATH.

    Annabeth felt as if someone had draped a cold washcloth across her neck. She heard that whispering laughter again, as if the presence had followed her from the ship.

    She looked up at the Argo II. Its massive bronze hull glittered in the sunlight.Part of her wanted to kidnap Percy right now, get on board and get out of here while they still could.

    She couldn’t shake the feeling that something was about to go terribly wrong. She couldn’t risk losing Percy again.

    Rick Riordan has now sold an incredible 55 million copies of his books worldwide

    RICK RIORDAN IS THE MYTHMASTER
    The Greek Gods are alive and kicking – go to www.rickriordanmythmaster.co.uk and see for yourself

    A cracking read’ – Sunday Express

    ‘Explosive’ – Big Issue

    ‘Action-packed’ – Telegraph

    Rick Riordan is an award-winning mystery writer. He lives in San Antonio, Texas, with his wife and two sons. Percy Jackson and the Lightning Thief, Rick’s first novel featuring the heroic young demigod, was the overall winner of the Red House Children’s Book Award in 2006

  • HERETIC: BETRAYERS OF KAMIGAWA – KAMIGAWA CYCLE – BOOK 2

    The second title in a series that peers into a mysterious new area of the Magic® world.

    Heretic: Betrayers of Kamigawa continues a series that will explore a new and mysterious area of the Magic: The Gathering world that fans have never seen before. This novel previews the newest trading card game set to be released in February, giving fans a sneak peek at the new elements of the game.

    AUTHOR BIO: Scott McGough is a former Magic: The Gathering line continuity guru for Wizards of the Coast, Inc. His most recent novels are the Magic Legends Cycle Two trilogy and Outlaw: Champions of Kamigawa. He has contributed short stories to The Myths of Magic, The Dragons of Magic, and The Monsters of Magic anthologies.

  • HAND OF THE HUNTER: CHOSEN OF NENDAWEN – BOOK II – EDIÇÃO ECONÔMICA

    Nendawen the Hunter has accepted Hweilan’s sacrifice and claimed her as one of his. Now she must learn to truly become a hunter so that she may take on the powers of Nendawen and avenge her family. But while Nendawen’s faithful forge the young woman into a brutal killer, the undead forces of Jagen Ghen have found a way into Nendawen’s sanctuary in the Feywild.

    Following in the footsteps of such masterworks of setting as The Wheel of Time and Shannara, the Chosen of Nendawen series is a deftly detailed fantasy that sucks readers in and leaves them eager for more.

  • O HERÓI DO OLIMPO – VOLUME 4

    Hazel está diante de uma encruzilhada. As forças de Gaia estão decididas a impedi-los de avançar e alcançar seu objetivo: chegar à Casa de Hades, nas terras antigas, para resgatar Percy e Annabeth e fechar definitivamente as Portas da Morte, impedindo os monstros de retornarem ao mundo mortal. Ela e o que restou da tripulação do Argo II sabem o que precisa ser feito, mas todos os caminhos parecem levar ao fracasso de sua missão. Entretanto, eles precisam se decidir e agir rápido, pois o tempo está passando. A sanguinária Mãe Terra escolheu o dia primeiro de agosto para o seu despertar.No Tártaro, Annabeth e Percy passam por grandes dificuldades. Famintos, com sede e feridos, mal conseguem andar pelo território sombrio e venenoso repleto de inimigos que espreitam na escuridão. Não há como descobrir onde ficam as Portas da morte. E mesmo que soubessem sua localização, uma legião formada pelos monstros mais poderosos e fiéis a Gaia estará lá para guardá-las. Nesse momento, Annabeth e Percy não estão em condições de enfrentá-los em um combate.Apesar da enorme desvantagem, Hazel, Annabeth, Percy e os outros semideuses da profecia sabem que sua única opção é tentar o impossível. Não apenas por si mesmos, mas por todos que amam, ainda que o amor possa ser a escolha mais arriscada de todas.“Riordan se tornou o nome da vez na literatura juvenil.” O Globo“O amor contagiante de Rick Riordan pelo assunto é evidente.” Kirkus ReviewsBest-seller da Veja

  • DEMOLIDOR – HOMEM SEM MEDO

    Matt Murdock foi criado apenas por seu pai, Jack, um pugilista decadente com uma última chance de se dar bem – chance que lhe custou a vida. Provocado e atormentado por outras crianças, a vida de Matt muda drasticamente após um terrível acidente que acaba por cegá-lo ao tentar salvar um idoso. O resultado? Inteligência aguda e força de vontade implacável, que o ajudam a administrar seus supersentidos. A história do Demolidor é uma saga de amor, dor, decepção e força. Testemunhe as estranhas maquinações por trás da vida de um dos mais amados super-heróis do universo Marvel nesta inédita e surpreendente adaptação em prosa da obra de Frank Miller & John Romita Jr.

  • HOMEM DE FERRO – VÍRUS

    No céu claro e azul que envolve Long Island, dois aviões colidem. Tony Stark observa a cena horrorizado, lamentando ainda não ter em mãos uma tecnologia que está quase ao seu alcance – um novo sistema de controle imediato hiperinteligente que poderia ter emitido um alerta antecipado aos aviões. Mas Stark, um recluso obsessivo cada vez mais perturbado, não sabe que sua invenção já está comprometida. Na verdade, a colisão faz parte de um plano de Arnim Zola para tomar o controle da Hidra e se livrar do Homem de Ferro de uma vez por todas. O astuto adversário se infiltrou na segurança das Indústrias Stark a fim de assumir a armadura blindada e usá-la contra Tony e a S.H.I.E.L.D. Na medida em que o Homem de Ferro se apressa para rastrear a fonte da invasão, o inimigo lança um engenhoso vírus de computador e sua arma secreta definitiva: um exército de clones assassinos inspirado no amigo mais confiável de Stark. Zola está prestes a mergulhar a cidade numa guerra que ameaça devastar tudo o que estiver em seu caminho.

Main Menu