• OS MORTOS-VIVOS Nº 13 (PRODUTO USADO)

    O grupo de Rick finalmente começa a se acostumar com a vida pacata que estabeleceu em Alexandria. O ex-policial trabalha como delegado com a ajuda de Michonne, Andrea está atuando como vigia e Abraham comanda a equipe de construção. Mas, como sempre, haverá alguém que pode colocar tudo a perder.

  • THE WALKING DEAD – O CAMINHO PARA WOODBURY

    O segundo volume da série de livros que explora o universo assustador do bem-sucedido programa de TV The Walking Dead. Há alguns meses que Philip Blake, o temido e ao mesmo tempo adorado Governador, organizou Woodbury para que a cidade murada fosse um local seguro no qual as pessoas pudessem viver em paz em meio ao apocalipse zumbi. E paz e segurança é tudo que Lilly Caul, que tenta desesperadamente sobreviver a cada dia que nasce, quer. Porém, mal sabe ela que seguir em direção a Woodbury é estar a um passo do perigo. Uma horda de errantes famintos não é nada perto do que se pode encontrar por lá.

  • PACOTE OS MORTOS-VIVOS Nº 06 AO 10

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • PACOTE OS MORTOS-VIVOS Nº 01 AO 05

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • PACOTE THE WALKING DEAD Nº 20 AO 29

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 35

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 36

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 34

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 33

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 31

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 32

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 30

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 29

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • OS MORTOS-VIVOS Nº 10

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD – O DECLÍNIO

    Quinto volume da série que já vendeu mais de 550 mil exemplares no Brasil.

    Após o chocante fim do ex-tirano Phillip Blake, o Governador, Woodbury se torna um oásis de tranquilidade em meio à praga dos errantes. Mas Lilly Caul e seu grupo de sobreviventes deverão superar seu passado traumático.
    Quando uma família surge nos portões da cidade quase morrendo de inanição, Lilly não pensa duas vezes antes de acolhê-la. Muito religioso, Calvin Dupree, pai das três crianças, imediatamente aceita o convite, mas Meredith, sua esposa, se recusa a aceitar a hospitalidade. Lilly acaba os convencendo a ficar, sem fazer ideia de que o misterioso problema de Meredith ainda traria consequências para todos.
    Enquanto isso, parte da população sai para resgatar um grupo de pessoas em perigo. Liderado por um reverendo chamado Jeremiah, o grupo religioso chega a Woodbury querendo fazer de tudo para ajudar. Isso faz Lilly pensar que enfim pode relaxar e sonhar com uma vida estável. O que ela não imaginava é que seus planos não poderiam ser mais diferentes dos ideais do grupo recém-chegado. As piores ameaças são as que não podem ser vistas…

  • BOX THE WALKING DEAD – EDIÇÃO ECOMÔNICA

    Livro – Box – The Walking Dead – Edição Econômica

    The Walking Dead: A ascensão do Governador (Vol. 1)
    No mundo de The Walking Dead não existe vilão maior do que o Governador, o déspota que comanda a cidade de Woodbury. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele força prisioneiros a lutarem contra zumbis em uma arena, para delírio dos moradores entediados. Também não é incomum vê-lo dilacerar as entranhas daqueles que cruzam seu caminho. Eleito pela revista americana Wizard o “vilão do ano”, ele é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos.

    Agora, os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filhinha Penny e seu irmão Brian. Junto com dois grandes amigos, eles formam um grupo de resistência nada comum. O objetivo é cruzar o estado da Geórgia, percorrendo os 30 km que separam Waynesboro de Atlanta. A missão aparentemente simples é na verdade um desafio: estamos no meio de um apocalipse zumbi.
    As cidades foram abandonadas, os meios de comunicação estão mudos e o único som do universo são os gemidos incessantes de seres que um dia já foram humanos. Lutando para encontrar comida, armas e esconderijos seguros, os cinco vão enfrentar um cenário de completa desolação a caminho do mítico centro de refugiados. A única certeza de Phillip é a de que fará tudo para salvar sua família. Quem sabe assim também consiga salvar a própria alma.
    Com um desfecho surpreendente, a trama revela novos elementos e fornece aos leitores pistas para compreender melhor os personagens e preencher algumas lacunas do enredo com as peças que faltavam.

    The Walking Dead: O caminho para Woodbury (Vol. 2)
    O segundo volume da série de livros que explora o universo assustador do bem-sucedido programa de TV The Walking Dead.
    Há alguns meses que Philip Blake, o temido e ao mesmo tempo adorado Governador, organizou Woodbury para que a cidade murada fosse um local seguro no qual as pessoas pudessem viver em paz em meio ao apocalipse zumbi. E paz e segurança é tudo que Lilly Caul, que tenta desesperadamente sobreviver a cada dia que nasce, quer. Porém, mal sabe ela que seguir em direção a Woodbury é estar a um passo do perigo. Uma horda de errantes famintos não é nada perto do que se pode encontrar por lá.

    The Walking Dead: A queda do governador (Vol. 3) – Parte 1
    Após conquistar milhões de fãs ao redor do mundo, a franquia de zumbis mais celebrada da década está de volta. O terceiro livro, The Walking Dead: A queda do Governador – Parte Um, conta em detalhes o destino desse que é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. No primeiro volume, descobrimos como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Já no segundo, acompanhamos suas interações com os moradores. E do que ele foi capaz para que a cidade murada fosse um local seguro no qual as pessoas pudessem viver em paz em meio ao apocalipse zumbi. E do que um grupo de humanos errantes é capaz para alcançar esse aparente paraíso. The Walking Dead: A queda do Governador – Parte Um, dá continuação à história de ação e horror. Personagens icônicos das tirinhas que deram origem à série de TV, como Rick, Michonne e Glenn vão finalmente fazer sua estreia no palco do pesadelo zumbi. E fãs poderão vê-los sob uma nova e assustadora luz.

  • THE WALKING DEAD Nº 28

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

  • THE WALKING DEAD Nº 27

    O mundo que conhecíamos se foi. O mundo do comércio e da necessidade frívola foi substituído por um mundo de sobrevivência e responsabilidade. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo, fazendo com que o morto se levantar e se alimentam da vida. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou: nenhum governo, nenhuma mercearia, nenhuma entrega de correio, sem TV a cabo. Em um mundo dominado pelos mortos, os sobreviventes são forçados a finalmente começar a viver.

Main Menu