• GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 04

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • COLEÇÃO GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 02

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 01

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°04

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°12

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N° 05

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 06

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 05

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH – EDIÇÃO ESPECIAL N° 03

    01

    A história gira em torno de três garotas ginasiais que são transportadas para um mundo fantástico repleto de seres mágicos e criaturas inimagináveis. Lá, as jovens recebem a inesperada missão de salvar aquele mundo à beira do colapso. Enquanto lutam para restabelecer a paz e a ordem em um mundo mergulhado no caos, as garotas embarcam em uma jornada de autoconhecimento, aprendizado e amadurecimento.

    O mangá é repleto de cenas de ação, com belíssimas armaduras, espadas e monstros, mas ainda assim é carregado de emoção, momentos de reflexão e romance. Até hoje, a obra se mantém como uma das mais cultuadas pelos fãs do CLAMP.

  • COLEÇÃO GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°06

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°11

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°10

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N° 09

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N° 08

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N°07

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N° 03

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

  • GUERREIRAS MÁGICAS DE RAYEARTH N° 02

    Uma das grandes obras-primas do Clamp, Guerreiras Mágicas de Rayearth foi lançado em 1994 na revista mensal Nakayoshi, da editora Kodansha.

    Logo, transformou-se em um estrondoso sucesso entre os leitores japoneses.

    Tanto que, já no ano seguinte, ganhou sua versão em anime e uma enorme linha de produtos. Após o encerramento da história em quadrinhos e do anime, as Guerreiras ganharam uma série inédita lançada diretamente em vídeo.

    Anne, Lucy e Marine eram três colegiais normais. Pelo menos até o dia que se conheceram na Torre de Tóquio enquanto estavam em uma excursão escolar.

    Durante o passeio, as meninas ouvem uma voz enigmática. Eis que surge uma luz forte e elas, subitamente, se vêem flutuando sobre um lugar estranho.
    Esse local é Zefir. Lá, as garotas ficam sabendo que são as lendárias Guerreiras Mágicas e que sua missão é salvar a Princesa Esmeralda, responsável por manter a paz e o equilíbrio desse mundo. O vilão Zagard a raptou e agora Zefir corre perigo.

    Cada uma das meninas ganha um poder mágico ligado a um elemento da natureza. Elas precisam despertar um mashin, gênio protetor de Zefir, que as ajudará a cumprir sua missão. Só assim conseguirão voltar para casa.

    No Japão, o mangá Guerreiras Mágicas de Rayearth (Magic Knight Rayearth) foi lançado em 6 volumes. No Brasil, a história é contada em 12 volumes.

Main Menu